Resenhas

Resenha: Sem fôlego, de Abbi Glines (Sea Breeze #1) @editoraarqueiro

19 de fevereiro de 2018

......
Autora: Abbi Glines
Editora: Arqueiro

Páginas: 272
Compre: Buscapé
Adicione: Skoob
Sem fôlego é o primeiro livro da série Sea Breeze escrito por Abbi Glines. Todos que me acompanham aqui no blog sabe o quanto sou apaixonada pela escrita da Abbi Glines e o quanto amo seus livros, mas este primeiro livro New Adult da série Sea Breeze não funcionou comigo.

Sadie White é uma jovem de 17 anos que não leva uma vida fácil. Sua mãe nunca se comportou como "mãe", sempre foi irresponsável e sempre jogou todos os problemas nas costas de Sadie. Agora tinha mais um problema para Sadie se preocupar: sua mãe estava grávida. Com um barrigão, ela não podia trabalhar e sobrou para Sadie ter que substituí-la como empregada doméstica numa mansão na ilha vizinha de Sea Breeze.
"Além disso, eu não sabia nada sobre meninos. Nunca perdia tempo conversando com eles nem mesmo quando faziam o máximo para falar comigo. Sempre tive problemas maiores na vida, como me certificar de que comeríamos algo e que a mãe pagasse as nossas contas." — PÁG 19
E é nessa casa de verão que ela conhece o dono daquela enorme mansão: Jax Stone. Ele é ninguém mais ninguém menos que o astro do rock mais desejado do mundo. Embora Jax fosse bem rico e descolado, a fama trazia consequências, como, nem todos os lugares eles podia estar, visto que suas fãs enlouquecidas já iam em cima dele e também surtavam quando estavam ao seu lado. Ele não podia fazer coisas que um garoto normal na idade dele fazia, sem contar que ele vivia sob pressão da mãe. Ele precisava de umas férias, ir pra um lugar onde ninguém o conhecesse. Daí, Jax encontrou esse refúgio em Sea Breeze, mas não sabia ele que essa "tranquilidade" que ele tanto precisava estava por um fio.
" A segurança que Sea Breeze oferecia me devolvia a liberdade que eu havia perdido quando o mundo me adotou. Todos os anos, durante algumas semanas de verão, éramos uma família de novo. Eu era só mais um cara e podia ir à praia e aproveitar a natureza sem câmeras ou fãs. Sem autógrafos. Só paz." — PÁG 10
Quando Jax conhece a empregada, fica logo atraído por ela. Sadie era diferente de qualquer garota que ele já conheceu, sem contar que ela nem o conhecia e não tinha sua foto na parede do quarto dela. O que no início parecia ser uma amizade, logo vira um romance. Jax sabe que no mundo em que vive, relacionamentos nunca dão certo e ele não quer arrastar Sadie para essa vida louca de turnês, fans e etc que ele vive. Entretanto, seu coração pensa diferente, e em poucos dias Sadie acaba virando seu ar, ou seja, essa paixão o deixa sem fôlego e somente Sadie pode lhe devolver o oxigênio. 

Mas será que o amor é capaz de sobreviver as diferenças? 
Fico muito triste em dizer que esse livro não funcionou comigo. Desde o início, a leitura foi bem arrastada pra mim e não consegui me conectar com Sadie. Até me compadeci pela sua situação, pois ela é muito nova pra assumir tantas responsabilidades, mas não consegui mesmo. É notório a jovem é forte, luta pelo que quer, mas sobre garotos ela não sabe nada. Então foi muito fácil para Jax conquistar a jovem e isso me incomodou. Sem contar que foi horrível vendo a coitada sofrer tanto enquanto a mãe só fica usufruindo do trabalho da filha. Isso me irritou! 

O romance repentino dos dois protagonista também não me cativou. Ambos são imaturos e foi dificil aceitar o amor tão rápido assim. Daí, quando os dois acabam se separando, achei o motivo bem fútil e sem pé nem cabeça. Jax conduzindo as coisas como se ele fosse o mais experiente e Sadie morrendo de chorar por nada. Aja paciência!

Fora esses dramas adolescentes, a trama é composta por Sadie tentando se virar em três/quatro para fazer várias e várias coisas que deviam ser feitas por sua mãe. Por isso, a leitura não me cativou e por muitas vezes achei tediosa. Entretanto, os personagens secundários foram bem incríveis. Amei o Marcus e já sei que o próximo livro é sobre ele.
Enfim, não vou desistir da série, pois dizem que os livros vão melhorando, mas este primeiro livro não me agradou. Mas eu esperava o que também de um livro com dramas adolescentes? Lol
Esse livro não deu para mim, mas quem sabe não funcione para você? Leia e tire a prova!
Classificação: 3/5


Postado por Marina Santos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por ter lido!