Resenhas

Resenha: Mulher-Maravilha: Sementes da Guerra, de Leigh Bardugo #1 @editoraarqueiro

8 de janeiro de 2018

......
Autora: Leigh Bardugo
Editora: Arqueiro
Páginas: 400
Compre: Buscapé
Adicione: Skoob

Mulher-Maravilha: Sementes de Guerra faz parte da série Lendas da DC escrito por Leigh Bardugo. Já digo de antemão que o livro tem algumas particularidades com o filme Mulher-Maravilha, mas em um cenário totalmente diferente e bem juvenil. 
"Nenhum humano podia ser levado até Temiscira, mesmo que fosse para ter a vida salva. Quebrar essa regra significava apenas uma coisa: exílio. — Pág 19"
Diana, filha da deusa Hipólita, é uma adolescente que tem lá seus 17 anos e sempre desejou tornar-se uma verdadeira amazona. Moldada do barro pela mãos da sua própria mãe e nascida no solo de Temiscira, Diana não conquistou seu lugar na ilha como suas outras irmãs amazonas e por conta disso se sente inferior as outras. Cansada de se sentir insignificante e humilhada, a jovem se prepara para uma prova que vai testar suas habilidades. Finalmente quando tem a oportunidade de conquistar a glória e ser reconhecida pelas irmãs como uma guerreira,  a jovem se depara com um naufrágio.
Sem pestanejar, ela abandona a prova e tenta achar um sobrevivente no meio de tantos destroços. E acha! Alia Keralis, uma simples mortal, é salva por Diana. Mas Diana sabe que por salvar Alia, ela quebra uma lei da ilha e pode ser banida. Além disso, a própria ilha está rejeitando a presença de Alia e é a partir daqui que Diana descobre que Alia não é uma garota comum, mas uma Semente da Guerra.
" – Ela não carrega a própria morte, mas a do mundo. Acha que foi por acaso que aquele barco chegou tão perto da nossa costa? Alia é uma Semente da Guerra, nascida da mesma linhagem de Helena, que foi gerada por Nêmenis." — Pág 50
" – ... Ela é haptandra. Onde for, haverá conflito. A cada respiração, ela nos aproxima do Armagedom." — Pág 50
Alia está destinada a trazer guerra tanto para a Terra quanto para Temiscira. No entanto, há um jeito de quebrar a maldição que Alia carrega, sem matá-la. E cabe a Diana descobrir como, antes que os poderes de Alia atinjam o ápice e estourar uma guerra. Agora é hora de Diana ser a heroína que tanto quis e salvar não só a Terra como a ilha Temiscira e provar que ela nasceu para ser uma amazona.
Com uma escrita fluida, singular e eletrizante, Leigh Bardugo narra uma história com vários elementos mitológicos e muita aventura. De inicio, imaginei que o livro fosse uma adaptação do filme ou algo parecido, mas não é. O livro é mais um adentro sobre a história de Diana ou para aqueles que querem saber mais sobre a heroína. Embora a trama seja bem juvenil, tem aquela pegada Girl Power, união e força.

Nessa corrida contra o tempo, Diana faz ótimas amizades que vão ajudá-la a quebrar a maldição de Alia. Ela vê com seus próprios olhos que humanos também têm bravura e força de vontade, embora não sejam tão poderosos quanto ela. Mas força física não é nada comparado a amizade, fé e esperança de mudar o mundo.
"A coragem humana era diferente da bravura das amazonas. Diana enxergava isso agora... Levaram vidas violentas, instáveis, frágeis, mas lutavam por elas mesmo assim, agarradas à esperança de que sua breve estada na terra fosse de alguma valia."
A trama é arrebatadora. É impossível largar a leitura com tantas aventuras e ações envolvidas. Confesso que fiquei admirada com o mundo que a autora criou. E não só isso! A mesma desenvolveu a trama com maestria sem deixar nenhum ponto solto. Os personagens tanto primários quanto secundários são bem cativantes, criativos e têm uma interação incrível. Claro que faltou profundidade em certas coisas, mas acho que por ser um livro único a autora conseguiu nos apresentar uma trama bem cativante e sem pontas soltas.

O livro é narrado em terceira pessoa mostrando assim os fatos relacionados ao passado e ao presente de toda a trama. Enfim, embora não seja um livro baseado no filme Mulher-Maravilha, sem dúvida a leitura é obrigatória para todos os amantes da DC e super-heróis. É um YA de tirar o fôlego. Recomendo a leitura a todos que gostam de livros de ação, aventura com uma trama totalmente misteriosa e instigante.
Classificação: 4,5/5


Postado por Marina Santos

12 comentários:

  1. Oii! Eu confesso que nunca fui muitooo ligada a super heróis não, mas desde que vi mulher maravilha no cinema fiquei completamente apaixonada. O livro parece ser ótimo e eu já estou me roendo de curiosidade.


    Thais, Um café e um livro

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Nossa comprei esse livro na Black Friday e vou realizar a leitura mês que vem.. Sou um pouco apaixonada pela história da Diana, só escuto coisas boas sobre esse livro..

    Beijos
    https://florescendolivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Estou louca para ler esse livro desde quando vi o filme, não era muito fã dessas coisas de super heróis, mas Diana me pegou de jeito haha. Gostei bastante da sua resenha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. A edição está linda e a estória é aquela que muitos conhecem, mas ainda mais trabalhada. Gosto dessa coisa eletrizante que mencionou, sem dizer que a parte mitológica é as minhas favoritas. Ainda não li, mas se tudo der certo quero esse e todos os outros volumes da série que viram, futuramente vai pro quarto do meu filho.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Olá! Tudo bom?
    Nossa que capa maravilhosa, bem a cara da nossa Girl Power Mulher Maravilha, não li ainda, mas está na minha lista, me pareceu pela resenha um livro daqueles bem emocionantes que nos deixa vidrados, adorei.
    Beijos, Joyce de Freitas.

    ResponderExcluir
  6. Adorei a sua resenha, me deu ainda mais vontade de ler o livro. Ele já estava na minha listinha faz um tempinho, mas acho que vou passar ele na frente de alguns! Hahahahha

    ~ Compulsivamente Literária

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Quando vi a capa também pensei se tratar de uma história parecida com o filme, mas gostei de saber que se trata na verdade de uma abordagem completamente diferente. Eu gosto da mulher maravilha, gosto muito da DC e assim que tiver uma brecha nas leituras obrigatórias para o blog vou dar uma olhada nele com mais calma. Obrigada pela dica.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Só leio elogios a esse livro, mas ainda não tive a oportunidade de fazer a leitura.
    Foi muito positivo conferir suas impressões sobre a leitura e com certeza desejo ler esse título.
    Valeu demais pela ótima dica!!!

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Esta história parece ser muito legal. Amo a Mulher Maravilha e já ouvi muitos elogios sobre essa autora.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem? Em primeiro lugar, amei as fotos do post! Até me serviu de inspiração em alguns livros, rs. E que resenha é essa? Tô bem animada pra ler Mulher Maravilha, meio atrasadinha também. Gostei muito do filme e estou ansiosa para os proximos!E eu amo histórias que é impossível de largar assim leio tudo de uma vez! Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem?
    Eu amo a Mulher Maravilha e toda a DC, mas fiquei com um pé atrás com esse livro da Leigh Bardugo, sabe? Gosto mesmo dos quadrinhos "oficiais", mas fico feliz que esse livro tenha sido publicado, assim chama a atenção de gente que ainda não conhecia as aventuras da Princesa Diana linda!
    Beijos <3

    ResponderExcluir

Obrigada por ter lido!