Resenhas

Resenha: Tudo e todas as coisas, de Nicola Yoon @editoraarqueiro

16 de julho de 2017

......
Autora: Nicola Yoon
Editora: Arqueiro
Páginas: 280
Compre: Buscapé
Adicione: Skoob
Tudo e todas as coisas é realmente um livro surpreendente. 
Não tenho palavras para expressar o quanto esse livro mexeu comigo de todas as formas possível. Precisei de alguns dias meditando no que li para tentar por em palavras um pouco do que senti lendo o livro, espero conseguir.

O livro conta a história de Madeline Whittier, uma jovem que sofre de uma doença séria que pode matá-la. É uma doença rara chamada IDCG, uma forma de imunodeficiência combinada grave, ou seja, qualquer coisa pode provocar uma crise alérgica e a jovem pode morrer. Então, a jovem vive em uma bolha dentro da sua própria casa e não sai uma vez sequer em dezessete anos.


Tudo que Madeline quer é experimentar o mundo, sentir o cheiro de algo, ir em algum sebo ou se aventurar por aí. Ela só quer algo simples que muitas pessoas tem: viver. 
Além disso, a jovem perdeu o pai e o irmão em um grave acidente, ela só tem a mãe e a sua enfermeira e amiga, Carla.
Contudo, toda a rotina da jovem passa a mudar quando, um dia, um caminhão de mudança para na frente da casa ao lado. Uma família. Novos vizinhos. Não vai ser igual a última vez. 

Um jovem. Um menino. Olly é o seu nome. Olly acaba sendo a promessa de uma vida diferente. Uma paixão arrebatadora que vai levar Madeline a sentir o que ela jamais sentiu na vida. Mas, toda ação tem uma reação e Madeline vai perceber isso da pior forma possível.
"De uma coisa tenho certeza: vontade só gera mais vontade. O desejo não tem limites. — PÁG 77"
Começo dizendo que essa edição da editora Arqueiro está incrível. O livro inclui oito páginas com fotos exclusivas do filme, daí fica muito mais fácil ler e imaginar as cenas. O livro também é bem interativo com várias ilustrações que dão vida a obra e foram desenhadas pelo próprio marido da autora.
O livro é narrado pela própria Madeline, assim ficamos a par de todos seus sentimentos e medos. A autora caprichou com uma escrita fluida que prende o leitor do início ao fim. Os personagens são bem construídos e únicos. O conjunto da obra me fez ficar apaixonada pelo livro.

O que mais me surpreendeu na leitura foi o fato do livro ser bem imprevisível. A gente acha que ele vai terminar de um jeito, mas ele termina de outro completamente diferente. O livro não atrai logo de cara, mas quando vai chegando certas partes é impossível não ficar arrepiada. Confesso que estava esperando algo bem trágico, e fico feliz que isso não tenha acontecido, já que a autora conseguiu me enganar direitinho.

O livro faz a gente pensar e repensar em tudo o que acabamos de ler. É bem reflexivo, incrível e emocionante. Passei dias pensando no quanto a vida de Madeline foi uma mentira e como coisas simples na vida podem fazer-nos sentir únicos. Recomendo a leitura!
Classificação: 4,5



Postado por Marina Santos

2 comentários:

  1. Oiii Marina tudo bem?
    Essa realmente deve ser uma leitura linda que foi feita, ainda não tive a oportunidade de ler e nem de assistir ao filme, mas está entre os meus mais desejados, adorei a resenha e as fotos, só me deixaram com mais vontade.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Oie, tudo bem?!?! Eu amooo as histórias da Nicola e essa especialmente, é uma bela lição de vida!
    Bjs

    ResponderExcluir

Obrigada por ter lido!