Resenhas

Resenha: A grande ilusão, de Harlan Coben @editoraarqueiro

30 de junho de 2017

......
Autora: Harlan Coben
Editora: Arqueiro
Páginas: 304
Compre: Buscapé
Adicione: Skoob
Leia um trecho: Aqui
Vou logo avisando que quem é fã de suspense, mistério e crimes, com certeza vai se apaixonar perdidamente por esse livro. O livro é realmente perfeito em todos os sentidos e cumpre o seu papel: deixar o leitor boquiaberto. Confesso que não esperava gostar tanto da leitura. 

O livro já inicia-se com um baque: o marido de Maya Stern foi brutalmente assassinado. Maya é uma ex-piloto de operações especiais que voltou recentemente da guerra, no Iraque. Após um trágico acidente, ela foi afastada e trabalha numa posição menor. Ela ainda carrega os resquícios da guerra: lembranças das mortes, a barbárie, medos etc. Isso acabou causando alguns transtornos em sua mente e ela está com a sanidade comprometida. 


As coisas acabam piorando quando algumas semanas depois ela acaba vendo um vídeo do marido, supostamente morto, brincando com sua filha de 2 anos. E a constatação: ela colocou aquela câmera um dia depois de enterrar o marido. Daí, Maya começa a investigar sozinha, desconfiando de tudo e de todos. Conforme os dias vão passando ela vai descobrindo mais coisas que estão envolvidas bem antes da morte do marido e isso vai destruindo sua sanidade junto com as lembranças da guerra. Maya já não consegue distinguir a verdade, a realidade das alucinações que tem.  Será que todas as suas descobertas são verdades ou alucinações?  Para descobrir a resposta, Maya vai ter que lidar com medos profundos e mentiras do passado, antes de encarar a verdade.
"Há momentos na vida em que tudo muda. De novo era como uma daquelas ilusões de ótica em que você pensa que está vendo uma coisa, depois muda o ângulo só um pouquinho e acaba vendo outra totalmente diferente."
Esse livro é uma daquelas leituras que a gente só consegue largar quando termina. É o segundo livro que li do autor e não me arrependo mesmo, pois é uma leitura sensacional com uma escrita surpreendente de tirar o folego. Sinceramente, não sei como vai ser minha vida após essa leitura. (ressaca aqui estou eu)

Maya Stern é daquelas protagonista impulsivas que acaba de descobrir uma coisa e vai logo atrás da resposta. Daí, ao invés de sanar suas duvidas, ela acaba voltando com mais perguntas ainda. Não confia em ninguém e age sozinha. 
Harlan Coben é um autor espetacular. Sabe desenvolver uma boa trama com mistério e suspense de sobra. O interessante é que quando achei que matei todas as charadas do livro, na verdade, acontece várias e várias reviravoltas que fiquei mais confusa que a própria protagonista. O bom livro de suspense é aquele que só descobrimos quem foi o mandante no final e esse livro é dessa maneira. Só descobrimos tudo no final, nas últimas páginas.

Confesso que tentei de todas as maneiras descobrir as respostas das perguntas que foram surgindo no decorrer da leitura, mas o autor soube cobrir todas as resposta. Foi tudo realmente uma grande ilusão.
O livro é narrado em terceira pessoa com muitas reviravoltas e um bom suspense. Quando terminei o livro fiquei horas e horas matutando em tudo que aconteceu e como aconteceu. Realmente, é uma leitura genial. Recomendo muito a leitura e espero que vocês também gostem.
"Você acha que sabe a verdade. A verdade é que você não sabe nada"
Classificação: 5/5


Postado por Marina Santos

10 comentários:

  1. Oii, tudo bem?
    Harlan Coben tem feito bastante sucesso ultimamente né? O melhor é que só ouço comentários positivos, assim como os seus. Ainda não li nada dele, mas tenho bastante vontade. Adorei saber que o enredo traz várias revira voltas, só não curti muito o fato do livro ser narrado em terceira pessoa. Mesmo assim, "a grande ilusão" vai entrar pra lista.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem?

    Meu comentário vai ser curtinho... Tentei ler dois livros do autor e... nossa, que coisa mais chata, não saía da página 1. Sua resenha me deu vontade de dar uma nova chance. Vou tentar esse, vai que era a leitura certa para mim.

    bjss

    ResponderExcluir
  3. Oi Marina,
    Eu quase solicitava esse livro pra editora, mas fiquei com receio de não curtir, apesar da premissa interessantíssima.
    Nunca li nada do Coben, mas você me deixou muito animada por essa leitura.
    é muito difícil um autor conseguir me enganar durante a leitura, posso até ficar em dúvida no decorrer dela, mas sempre acaba que meu primeiro palpite é sempre certeiro.
    Quero ver se nesse livro vou ser "enganada" .

    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  4. Olha, vou ter contar, IMPOSSÍVEL não se ver mergulhado, totalmente perdido do mundo e imerso na leitra das obras desse homem!
    Ainda não li esse livro, mas espero ler em breve!
    Sua resenha me deixou com mais vontade ainda ler!
    Beijinhos!!!

    #Ana Souza
    https://literakaos.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  5. Pense numa pessoa que não consegue ler nenhum livro do autor.... EU!
    E olha que já tentei de várias formas conseguir ser envolvida pelas tramas dele e não consigo. Amo o gênero, mas esse é um autor que nao consegue me prender com a sua escrita. Fico feliz que tenha gostado tanto do livro, eu já vou até passar a dica, pq já sei que não vai funcionar comigo. :/

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
  6. Olá! Não sou muito fã de suspenses, mas esse mexeu comigo, acho que por envolver o drama familiar e pela questão psicológica da personagem principal! Fiquei curiosa para saber como ela investiga e o que ela descobre sobre a morte do marido. Imagino como tenha ficado confusa sempre que achava que estava perto de descobrir um ponto chave da história e, logo após, não era nada daquilo que pensou! Uau!
    Beijos!
    Karla Samira
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá!

    Já li umas coisas do Harlan, mas ora ele me convence, ora não. Talvez eu queira ler esse livro por ser um volume único, a premissa é bem interessante.

    ResponderExcluir
  8. Oii!!

    Realmente, os livros desse autor é impossível não querer ler até o fim.
    Aliás, quando eu o li, me senti em um filme! Adorei a resenha!

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi,
    Eu nunca li nada desse autor, mas sempre fico angustiada quando leio uma resenha.
    Tenho certeza que ficaria angustiada lendo e seria surpreendida.
    Quero saber o que vai acontecer, se o marido dela tá vivo ou morto, se ela vai desvendar esses mistérios.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Acabei de fazer a leitura deste livro.. confesso que entrei de cabeça na história, teve momentos que senti medo e não queria ler mais, talvez pelo fato de ter um filho pequeno da idade do da Maya, mas enfim... me decepcionei um pouco, prefiro Myron Bollitar e Win.

    ResponderExcluir

Obrigada por ter lido!