Resenhas

Conto: Eu não te amo?, de @Mila_Wander #euleionacional

2 de março de 2016

......
Eu não te amo? é um conto escrito pela autora nacional Mila Wander e, conta um pouco sobre a vida cotidiana de um casal. O livro tem apenas 21 páginas e traz reflexões sobre o verdadeiro amor.

É muito comum vermos nos dias de hoje casais que com o passar dos anos ficam inseguros sobre a vida amorosa e se perguntam: será que ele (a) realmente me ama? Essa pergunta milhões de pessoas se fazem e a autora responde em apenas 30 minutos.

Após uma briga séria, Marisa questiona-se se depois do que passaram tudo tinha sido em vão. Isso mostra como a mulher é carente de carinho, atenção e do dizer: eu te amo. Mulheres gostam de ser paparicadas, amadas e protegidas, no entanto, espera que o amor seja confirmado com palavras e não é isso que muitos homens pensam.

Paulo, seu marido, ama sua esposa, mas demostra isso todos os dias de várias maneiras que Marisa não percebe, como, por exemplo, a rotina da esposa ele sabe de có, o que ela pensa e o que ela sente. Cada pessoa tem um jeito diferente de amar, alguns gostam de falar e outros de mostrar. Paulo é um dos que gostam de mostrar o que sente, pelas suas ações e atitudes. E é com ações que ele mostra para Marisa o quanto a ama e a deseja.
Isso é um grande exemplo para nós, visto que na maioria das vezes não observamos que uma simples atitude pode ser uma demostração de amor. É como diz o ditado: atitude vale mais que mil palavras!
E é isso que a autora mostra nesse conto tão pequeno, mas cheio de significados.
O conto está disponível na Amazon

Leia e apaixone-se!


Postado por Marina Santos

35 comentários:

  1. Sou apaixonada pela escrita da autora. Li O safado do 105 e adorei a história. Fiquei curiosa para ler esse conto, Eu não te amo?. É bem pequeno mesmo, né?! Mas já é de se esperar que seja mesmo cheio de significados. Beijos, Fê

    ResponderExcluir
  2. Fiquei curiosa pra ler o conto que é bem pequeno, mas pelo visto dá um baita ensinamento!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  3. Oie, já conheço a Milla Wander porque li Diário de uma cúmplice e achei muito bom. Esse conto também parece ótimo, ainda mais por ser curtinho e tratar sobre a vida cotidiana de um casal.
    Mila foi realista e certeira pelo jeito, trazendo esse tema de a mulher achar não ser amada porque não ouve e o homem ama de sua forma, prestando atenção em pequenas coisas. Já fiquei querendo ler. Boa resenha, Marina

    ResponderExcluir
  4. Não conheço a autora nem o conto. Não me agrada muito o estilo do livro, gosto de romances, mas que tenha algo a mais. Me entende?
    É um conto super rapidinho, numa sentada a gente lê. Gosto disso, pois conseguimos ler mais coisas, rsrsrs.
    Bjss

    www.umolhardeestrangeiro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Marina. É verdade, atitudes valem mais que mil palavras. Falar é muito fácil, o lance é o fazer, a atitude. Esse conto da Mila deve ser muito gostoso, leve e bonito, você me deixou curiosa.
    Da Mila eu só li até hoje o Safado do 105.
    Valeu pela dica. ;)
    Bjo
    www.viciadosemleitura.blog.br

    ResponderExcluir
  7. Oi Marina,
    Entendo o ponto de vista apresentado, onde muitos homens acreditam que em ações tudo pode ser demonstrado. Mas e quando mesmo vendo isso, você percebe que toda a atenção que deseja ele lhe daria se você fosse amiga dele. Porque eles parecem esquecer que o amor não pode ser somente demonstrado, ele tem de ser sentido e falado. Não discordo da obra, mas também não concordo. Realmente a vida não é muito fácil.

    Boas leituras.
    Beijos
    http://amagiareal.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oie, tudo bem?

    Gosto muito da escrita da Mila, mas ainda não tive a oportunidade de ler o conto. Achei interessante a abordagem dela na questão do relacionamento longo, onde se não prestarmos a atenção, deixamos as coisas passarem despercebidos. Amei a resenha, e fiquei ainda mais curiosa para ler .

    Beijos,
    Dai | www.cheirodelivronacional.com.br

    ResponderExcluir
  9. Ola Marina já li esse conto e se tornou um de meus favoritos pela intensidade e pela realidade que trás, muitas vezes o amor não é demonstrado em palavras que o vento leva e sim em pequenas atitudes diárias. Vale muito a pena ler. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  10. Olá Marina,
    Já vi muitas pessoas se perguntarem isso, se o namorado ou marido ama mesmo e acho que é uma pergunta que não trará uma resposta certa.
    Achei a premissa do conto bem interessante e fiquei curiosa para saber como a autora lida com isso.
    Gostei muito da sua resenha.
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Sabe que eu nunca me senti muito curiosa em relação as obras da Mila wander, porém este conto me deixou empolgada e achei a premissa interessante. Adorei a mensagem que o conto propõe em passar.
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Oi *---*

    Acho que esse conto serve para muitas mulheres que acham que o homem só ama quando fala isso. Hoje em dia, quando "E te amo" virou "Bom dia", atitudes valem mais que palavras, e a protagonista ter um marido que demonstre isso e ela não percebe chega a ser irritante. Chega até dar vontade de ler o conto e dar um chacoalhão nessa mulher.

    Bjos

    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Olá Marina, tudo bem?
    Muito boa a sua resenha, conheço a autora Mila Wander e ainda não tive a oportunidade de ler os livros dela. Quero muito ler O Safado do 105 que dizem ser muito engraçado e Dominados também. Confesso que esse livro da autora eu ainda não conhecia, mas sua resenha definitivamente me fez colocar esse livro na minha lista de leitura de livros que pretendo ler da autora.
    Bjos, seu blog é lindo e não pude deixar de seguir.

    http://carpediemliterariobr.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Olá,
    Não conhecia o conto, mas gostei da premissa.
    As pessoas demonstram o amor de diferentes maneiras e formas. A mulher gosta de falar e ouvir o tempo todo que o homem ama. Mas tem homens que preferem demonstrar e a mulher muitas vezes não entende.
    Eu vejo na minha casa, meu marido é muito calado, quase não fala rsrs e nem por isso fico cobrando. No começo eu cobrava e rendia sempre uma briga.
    beijos e obrigada pela dica
    Conchego das Letras

    ResponderExcluir
  15. Oi
    Adoro a Mila! Tive o prazer de conhecer aqui na Bienal de PE!
    Não conhecia esse conto, mas não fiquei surpresa em saber que é tão bom e transmite uma mensagem legal mesmo em poucas páginas. Gosto de contos baseados em casais.
    Já anotei para ler.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  16. Olha eu simplesmente tenho que confessar que adorei a resenha desse conto.
    Eu achei bastante interessante por conta do assunto que é tratado e adoro quando aborda sobre relacionamentos e o amor entre duas pessoas. Isso faz com que a gente reflita sobre nós mesmos e também sobre o relacionamento a dois e gostaria muito de fazer a leitura. Espero poder ler assim que puder, porque eu terminei ano passado um namoro de 8 anos, então imagina né? Foi bem complicado. ENtão acho que esse conto seria bacana pra ler e também entender um pouco sobre o ''AMOR'' UM SENTIMENTO tão lindo, mas que faz muitos estragos na nossa vida ao mesmo tempo =/

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/02/resenha-paixao-de-primavera.html

    ResponderExcluir
  17. Oii, tudo bem?
    Eu sou apaixonada na escrita da Mila, e infelizmente não tive a oportunidade de conferir o livro que inspirou o conto, eu fiquei sem tempo de ler e parece que ela já o tirou do Wattpad, mas eu vou tentar adquiri-lo pela Amazon.

    ResponderExcluir
  18. Fiquei curioso para ler o conto... Realmente não é apenas por palavras que demonstramos o que sentimos pelos outros, mas sim pelos atos! Por vezes, as palavras são supérfluas... Bem, ainda bem que gostou! Vou ler o conto sem dúvida nenhuma! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  19. Olá Marina,
    Já conhecia a autora pelo livro O safado do 105. Sobre o conto, na minha opinião, o desencontro entre homens e mulheres no que se diz respeito a sentimentos e o que faz vários casais, principalmente as mulheres, entrarem nessa dúvida, é não conhecer a forma de amar do outro. Uma vez fiz algumas pesquisas para o trabalho da faculdade e conclui que toda mulher acha que demonstra abertamente seu amor quando diz "eu te amo" e o homem quando cuida e protege. Só que ela não olha a proteção e o cuidado como uma forma dele dizer que ama, e eles são da opinião de que o amor é demonstrado em atividades diárias. Imagina o quanto isso é complicado, hahaha.
    Somos bem diferentes e o fato de um não conhecer o outro ou não conversar o suficiente é o que traz a tona todos esses questionamentos que muitas vezes são desnecessários. O fato é que um tem que compreender a forma do outro em demonstrar o amor, assim fica bem mais fácil o viver a dois.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  20. OIii!

    As vezes eu vejo aquelas lembraças do facebook e me lembro o quanto eu e meu namorado eramos mais carinhosos no inicio do namoro. Na verdade isso não mudou, apenas não externamos mais, nossas demonstrações ficam entre nós. Achei esse enredo ótimo! Muito legal a forma como as obras podem nos tocar e nos fazer refletir em tão pouco tempo né?
    A resenha ficou ótima e eu fiquei tentada em ler, a principio achei que seria um conto de O safado, mas ainda bem que não é hahahahaha.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  21. Olá, tudo bom?

    Adorei sua resenha. Ainda não conhecia esse conto, mas fiquei tão curiosa que já fui correndo na Amazon e, logo após escrever esse comentário, já começarei a leitura. É realmente incrível que muitos casais acabam entrando numa rotina e acabam se questionando se o parceiro realmente o ama ou estão entrando em um comodismo. Esse conto realmente parece ser muito bom!

    Obrigada pela dica ;)

    Beijos.

    http://instantesmemoraveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Infelizmente a maioria dos homens não costumam dizer eu te amo com tanto frequência quanto nós mulheres precisamos e isso realmente trás duvidas para as nossas cabecinhas tão questionadoras ahusahuhs
    O conto parece ser ótimo. Nunca li nada da Mila, tenho o Safado e Dominados mas ainda não tive oportunidade de ler. Vou em busca desse conto para ser a primeira obra que lerei da Mila.

    Blog
    Blog Miih e o Mundo Literário

    ResponderExcluir
  23. Oi, tudo bem?
    Eu não tenho vontade de ler o livro da autora, mas fiquei curiosa com o conto kkkk Realmente nós mulheres temos essa coisa de ser muito carente e precisar sempre ouvir que a pessoa gosta da gente, né? kkkkkkkkkk Enfim, acho que é um conto que tem muito a ensinar para os leitores e eu espero ler ele algum dia.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  24. Que fofo!
    Gostei de saber que a autora trouxe à tona um tema que os casais casados enfrentam em alguns momentos durante a relação. A verdade é que a rotina às vezes nos engole e, quando vemos, passaram-se semanas sem nenhuma mudança. Acabamos nos perguntando se nos tornamos desinteressantes (rs). Eu gostei, portanto, da proposta da autora. Acho que mais importante do que dizer "eu te amo" é não perder de vista que, não importando a rotina, o que queremos mesmo é continuar ao lado da pessoa com a qual escolhemos compartilhar a vida.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. Oiee ^^
    Ainda não conheço a escrita da Mila, mas estou doida para ler os livros dela, principalmente "O safado do 105" e o que ela escreveu com a Josy Stoque (o nome me escapou agora *-*) Gostei da premissa do conto, adoro romances, principalmente os que trazem consigo alguma reflexão, e esse parece ser muito fofo ♥
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  26. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  27. Olá!

    Ainda não tive a oportunidade de ler algo da autora, mas espero mudar isso em breve, a começar pelo O safado do 105, que é um livro que tenho grande curiosidade.
    Gosto muito de livros sobre casais passando por momentos difíceis, pois essas estórias sempre tem muito a nos ensinar, e acredito que com esse livro não será diferente. Dica anotada!

    Beijos,
    http://entreoculoselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  29. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  30. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  31. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  32. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  33. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  34. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  35. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

Obrigada por ter lido!