Resenhas

[RESENHA] Não Olhe Para Trás, de Jennifer L. Armentrout

14 de julho de 2015

......
Autora: Jennifer L. Armentrout
Editora: Farol Literário
Páginas: 350
Classificação: 4.0/5.0 
Compre: Buscapé
Adicione: Skoob

Aqui está um livro que mexeu com a minha cabeça, me deixou aflita e maluca, com um suspense arrebatador e um leve toque de romance que deixa o leitor apaixonado.

"Mas meu sorriso também era frio. Calculista." 


Não Olhe Para Trás é um thriller psicológico que conta a história de Samantha, ou Sam, uma jovem de 17 anos, que ficou quatro dias desaparecida e foi encontrada vagando em uma estrada, toda machucada, sem nenhuma lembrança de quem é e onde está. Em um dia comum qualquer, ela e a amiga, Cassie, sumiram e apenas Samantha voltou, porém, com um diagnóstico: amnésia dissociativa, ou seja, ela perdeu a memória e não sabe se vai voltar. 
Antes de desaparecer, Samantha era aquelas meninas super populares da escola, rica, má, esnobe, metida e toda patricinha. Muitos a odiavam e uma minoria a venerava. Tinha uma família perfeita, um namorado perfeito e muitos a invejavam por isso, inclusive sua amiga Cassie, que não era tão amiga dela assim. Na verdade, as duas se odiavam mas é como o diz o ditado: Mantenha seus amigos perto, os inimigos mais perto ainda.


  "Porque nada estava bem, e nunca ficaria. Eu estava presa àquela vida da qual não me lembrava, presa no corpo daquela garota, a tal Samantha Jo Franco, e, quanto mais eu descobria a respeito dela, mais eu começava a detestá-la."


É notório que a nova Samantha é o oposto do seu antigo eu, e depois de uns dias no hospital, Sam volta para casa e está decidida a se lembrar do que aconteceu naquela noite. Contudo, ela encontra um bilhete nada convencional escrito: 


  "Não olhe para trás. Não vai gostar do que encontrará."


Quem foi que escreveu esse bilhete? Por que apenas Samantha voltou? O que aconteceu com Cassie? Samantha fica se fazendo essas e outras perguntas milhares de vezes, porém, sem respostas. 
Ela tenta se adaptar a nova vida, mas com o passar dos dias e vê que não consegue se conectar com nada disso. Ela não pertence a essa vida, muito menos a estas pessoas, são todos estranhos para ela. As únicas pessoas que ela se sente à vontade para conversar é Carson, filho do empregado da casa e pessoa que ela mais desprezava na sua antiga vida, e seu irmão gêmeo, Scott. Cabe ressaltar que Carson é um amor de pessoa, um menino lindo e apaixonante. Mesmo em mundos diferentes, Sam se conecta com Carson e cada dia que passa ela percebe que está louca por ele.

Enquanto retomava sua vida, ela tentava lembrar ao máximo do que aconteceu, muita das vezes, ela tinha flashs do passado mas nada concreto que a ajudasse. E os policiais iam constantemente à casa dela fazer alguns interrogatórios, visto que ela é a principal suspeita.


  "O buraco sem fundo na minha cabeça continuava igual. Vazio. Vasto. Todas as minhas lembranças desapareceram, foram roubadas. Era como um estupro, só que não havia ninguém a quem atribuir o crime."


E é basicamente isso, a protagonista, turista da própria vida, tentando descobrir o que está por trás desse mistério todo. 

E eu ficava me perguntando: Será que Samatha matou Cassie? Que tipo de amizade elas tinham? Quem realmente estava falando a verdade? Será que Samantha está ficando louca? Quem anda perseguindo Samantha? 
Tudo isso cercado de muito suspense e mistério. 
A trama é muito boa e envolvente, faz o leitor raciocinar e tentar descobrir o que de fato aconteceu naquela noite. A autora abusa do suspense, as vezes, nos deixando loucos querendo sabe o porquê daquilo tudo. Os protagonistas são cativantes, surpreendentes e apaixonantes. 
Contudo, eu não me surpreendi com o final. Ficou muito evidente no decorrer da leitura quem era, o motivo e o porquê dos acontecimentos daquela noite. Quando chegou nas parte das revelações eu apenas suspirei e pensei: hum, legal. Eu esperava mais do livro, portanto.

No geral, o livro é muito bom. A escrita da autora é leve e fluida, deixando sempre no ar um suspense e o drama da protagonista não lembrar nada do seu passado. Eu fiquei torcendo pela mocinha e apesar de aqui não ter um "final feliz", a mocinha está em busca e no caminho do mesmo, e é por isso que ela não ia olhar para trás. Pois, o futuro a aguarda com muitas coisas boas.

Postado por Marina Santos

3 comentários:

  1. Coloquei nesse livro na minhas lista de desejados tem um tempinho, mas nunca foi prioridade! Você falando um pouco da história me lembrou Pretty Little Liars, por isso acho que vou gostar, amo a série!

    OBS: Adorei o Layout ;)

    Beijo,
    http://portaoazul.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!! Esse livro é ótimo, recomendo a leitura. A Ane caprichou no Layout, ficou lindo mesmo. Obrigada!!! 💓💓 bjs

      Excluir
  2. Saudações nobres,
    É a segunda resenha que leio desse livro e ambas tem essa decepção no final, de esperar algo mais.
    O livro me desperta interesse, mas estar preparada para um final que não condiz com o desenvolvimento tira um pouco a vontade de lê-lo.

    Venha visitar o Castelo
    Att
    Ana P. Maia ♛
    The Queen's Castle

    ResponderExcluir

Obrigada por ter lido!