Resenhas

Do que somos feitos?

27 de novembro de 2014

......
" Certa noite estava eu deitada em meu sofá preto da sala de estar, como celular em mãos e os fones encaixados nos ouvidos. Musicas aleatórias penetravam minha mente enquanto a grossa e barulhenta chuva caia e trovões rasgavam o céu do lado fora. Peguei-me pensando em nada e tudo ao mesmo tempo. Vez ou outra isso acontece comigo. Minha mente trabalha feito louca pensando no cheio e no vazio. São pensamentos, muita das vezes, estranhos, confusos e também inquietantes. No entanto, eu gosto de ter pensamentos e ideias desordenadas. Porque? É daí que perguntas e respostas intensas acontecem. E no meio de meu emaranhado fio desencapado, encontrei-me pensando sobre nós. Quem nós? Nós! Nós humanos. E a pergunta que me fiz foi: do que somos feitos?

Automaticamente a resposta iluminou minha mente: ossos, carnes, pele, sentidos, órgãos... - Esta ,meus caros, é uma resposta concisa, concreta. Com fundamento. Mas para mim não fora o suficiente. Não é de carne e ossos que falo. Perguntei-me novamente: do que somos feitos? qual é o material que nos constrói? Então, minha cabeça latejou e senti um cheio de queimado . Não! Não se preocupem, pois eu não estava cozinhando nada em casa; eram apenas meus fios emaranhados e desencapados se chocando entre si. E enfim, eu pude obter uma outra resposta. E as palavras piscaram pra mim.

Sonhos. Esperança. Amor. Amizade. Desejos. Felicidade. Lágrimas. Sorrisos. Euforia.

Não somos feitos de carne e ossos, meus caros, mas sim de sonhos. Nós sonhamos. Idealizamos. Planejamos. Sorrimos. Ficamos felizes. Desejamos arduamente. Nosso molde é feito de esperança, sonhos e amor. É isso que nos move. Esperança e nossos sonhos. O que nos impulsiona a viver é o que nos molda. O que te molda? O sonhos me moldam. A esperança de um futuro melhor, de conquistar, alcançar, isso me molda. Me conduz. Me impulsiona. Mas... e se os sonhos não se realizarem e se eles morrerem? Bem, não disse que a realização do sonho é que o que me molda, mas sim o simples fato de sonhar. 

Há uma canção em que o pequeno trecho diz: " mas os sonhos chegam devagar e passam muito rápido". É uma verdade absoluta. Os sonhos são formados lentamente e quando menos esperamos eles são arrancado de nós sem nem ao menos avisar. E ficamos apenas com um peito sangrando por algo que sonhamos tantas vezes e esperamos realizar, mas não obtivemos sucesso. Então, desistir? Jamais. Não estou dizendo que somos feitos de sonhos? Sim. É o que digo: somos feitos de sonhos. Quando um sonho não se realiza, não morremos com ele. Até porque, sonhos não morrem ele apenas adormecem. Podem nunca se realizar, mas não deixam de existir. Eles fazem parte de você. Moldam você. Fazem parte do seu material. Seu dna. 

E se o sonho não se realizar, sonhe outra vez. Busque novos sonhos. Você é um sonhador.  Portanto, não se diminua, não se esconda, não se envergonhe, apenas sonhe. Os sonhos mudam. E eles mudam você. Se permita sonhar. Se permita mudar. Isso é bom. Sonhar é bom. Mudar é bom. Se permita crescer. Evoluir. Você, meu caro, é uma maquina de criar sonhos. Então, faça o que nasceu para fazer: Sonhe!" 

"Sonhe  e cresca independente do que aconteça." 



texto: Ane Bee.
foto: pública.

* Não plagie ou publique sem minha autorização.

Postado por Respire Literatura

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por ter lido!