Resenhas

Azar O Seu - Carol Sabar

6 de outubro de 2014

......
Bia está parada num engarrafamento no Rio de Janeiro, pensando em sua vida azarada. Sem emprego, atolada em dívidas, ela não imagina que está prestes a viver a grande coincidência da sua vida. O motorista do carro ao lado está buzinando, tentando se comunicar com ela, como se fosse um velho conhecido... E ele é! Mas Bia não o reconhece. E como poderia? Ele é um homem, não mais o garoto de dez anos atrás. Está mais encorpado, cortou o cabelo, livrou-se do aparelho nos dentes e das espinhas do rosto, está tão diferente, tão lindo...
O motorista sai do carro, mas não tem tempo de se explicar, pois começa um violento tiroteio e eles têm que se jogar lado a lado no asfalto. Certa de que está prestes a morrer, Bia entra em desespero e se prepara para dizer suas últimas palavras, na esperança de que o suposto desconhecido deitado ao seu lado possa levar um recado a Guga, seu amor da adolescência, sem perceber que é ele próprio que está ali, ouvindo a inesperada declaração de amor!
Os dois escapam juntos do tiroteio e, a partir daí, começam a se envolver, dia após dia... Guga, sem coragem de assumir sua verdadeira identidade. Bia, fascinada por ele e feliz consigo mesma por finalmente estar se apaixonando por alguém que não é Guga... 

Literatura Nacional
Chick Lit

Azar O Seu é o segundo livro publicado de Carol Sabar uma escritora brasileira super talentosa que tive o prazer de conhecer em Como Quase Namorei Robert Pattinson. Depois de meses com o livro na minha estante de leituras, que está grande, eu mergulhei no romance de Carol. E, que mergulho!

Em Azar O Seu nós conhecemos a Bia que tem 25 anos e possui mais azar do que podemos contar nos dedos. Recentemente ela perdeu o emprego e se vê voltando para casa do pai em Juiz de Fora com mala e cuia e uma dívida de 21 mil reais. Não é para qualquer um, não. Eita vida difícil. Como se não bastasse a maré de azar que se apossou da vida dela, após voltar de um enterro, Bia se vê num engarrafamento com direito a tiroteio e tudo na linha vermelha. É ai que ela conhece o Cara. Um cara lindo e super bacana. E no momento de terror e insanidade, Bia acredita que o Cara é seu amparador espiritual que veio levar sua alma, e começa a tagarelar contando para ele seus segredos mais obscuros. Sendo o mais forte deles, o amor que ela ainda nutri por seu amigo de infância o Guga, que ela não vê há 10 anos. Mas o que Bia não sabia é que seu suposto amparador espiritual era nada mais, nada menos que seu amor de infância, o Guga em carne, osso e gostosura. 
Teria a sorte dado as caras para Bia?

A Ana Beatriz, Bia, é uma personagem para lá de azarenta e bem introspectiva. Nossa, como ela fala com os pensamentos. A ultima vez que vi uma personagem assim foi a Duda do CQNRP. E a instrospecção é um ponto positivo nos livros da Carol porque ela não torna a leitura maçante com os devaneios de suas personagens. Ela faz com que a leitura flua bem e seja divertida o que é tipico dos chick lits.

O Gustavo, o Guga, é apaixonante. Encantador, sarcástico... Aquele tipo de homem que você quer beijar e dar um soco depois. Mesmo assim, apaixonante. Gostei do personagem logo que ele se apresentou como o Cara. A situação em que ele reencontra Bia é bem engraçada. Ainda mais porque ela conta para o Cara que é apaixonada pelo Guga. E nós, leitores, sabemos que o Cara é o Guga. E que o Guga ouviu a Bia divagar sobre o quanto ainda ama o Guga. Gente, isso foi hilário e por vezes me deu um frio na barriga. Sabe aquele frio do tipo: que nervoso! Bia, sua tagarela, cala a boca porque tá queimando seu filme.
Mas a Bia não nós da ideia e só sabe tagarelar. Cômico demais!
Ai nós ficamos esperando o momento em que ela se lembra dele!
Own... É fofo.
Céu.. Tem gosto de céu. <3
— Não faz isso, Bia...
 — Isso o quê? 
— Não fica mordendo o lábio assim... Me dá um vontade de te beijar...
— Chorei por você! 
— Eu também chorei por você. 
— Por que não me procurou depois? — Fiquei de pé. — Você teve dez anos! 


A Carol levou o livro graciosamente colocando doses amor, amizade, escolhas erradas, felicidade, perdão, comédia, aventura... Ah, um livro delicioso. Os personagens secundários são super bem cotados em Azar O Seu. Morri de amores pelo pai da Bia. Gente, que pai mais fofo, serio! Amando ele imensamente. A Raissa ex-melhor amiga de Bia é um doce. Joana uma coisa fofa também. Uma galera legal e que vou sentir saudades.

Sabe aquele livro que você não quer largar nem por todo chá da China? Então, Azar O Seu é esse tipo de livro que te agarra de tal maneira que você fica em abstinência quando não está lendo e sofre de livropressão quando acaba. Eu já amava a escrita da Carol, leve e divertida em CQNRP, e neste livro eu me lambuzei com a narração dela. Um livro é bem escrito do inicio ao fim. Engraçadissimo do inicio ao fim. E romântico do incio ao fim. Carol sabe como escrever um bom chick lit e é por isso que aprecio demais seus livros e ela se tornou um referencia nacional em comedias românticas.

Livro mais que recomendado!

Love&Hugs,
Bee

Quotes favoritos>>

— Sinto muito. Mas não aguento mais esperar. 
Depois disso, ele estava me beijando. Um beijo profundo, conhecido... Conhecido. Era isso. Ele podia estar mais velho, mais encorpado. Podia ter cortado o cabelo, ter a pele lisinha e os dentes alinhados. Podia estar impossivelmente lindo. Tudo, uma mera questão de aparência. E a aparência, ilusória e superficial, tinha conseguido me confundir, me cegar. Mas aquele beijo... Deus... aquele beijo eu conhecia muito bem. Aquele beijo tinha gosto de céu!

Ele me beijava e descia as mãos pelo meu corpo. Eu sugava a sua boca e o balão em meu estômago me elevava a um céu particular, onde tudo era belo e a vida parecia ter retrocedido dez anos. Então ele desceu mais a mão. Já estava dentro do meu casaco, da minha blusa, da minha calça, da minha... 
— Eu disse que quando te beijasse não ia conseguir parar. 
Foi aí que tremi, gemendo baixinho. Ele entendeu o gemido como uma rendição. E entendeu certo.

Postado por Respire Literatura

2 comentários:

  1. Bee que resenha mais linda!!!
    Eu já li "Azar o Seu!" e assim como você, adorei os momentos que passei com Bia e sua trupe. Uma leitura mega divertida, com uma pitada romântica.
    Porém ainda não consegui resenhá-lo. Gostei tanto que travo na resenha.
    Quem sabe vc não me inspira?
    Beijos
    aculpaedosleitores.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Bia!!!


      A leitura é mega divertida, me fez rir horrores! Rs
      E me apaixonar também!
      Resenhar. Isso acontece sempre comigo. Leio muitos livros e na hora de resenhar a preguiça me consome. Tenho que resenhar varios e ainda não o fiz. ;)

      Bjos e obrigada por vir!
      Bee.

      Excluir

Obrigada por ter lido!