Resenhas

Resenha: Assassinato no Expresso do Oriente, de Agatha Christie @HarperCollinsB

26 de setembro de 2016

......
Autor: Agatha Christie
Editora: Harper Collins
Páginas: 200
Compre: Buscapé
Adicione: Skoob

Leia também: O Assassinato de Roger Ackroyd | O misterioso caso de Styles

Publicado em 1934, Assassinato no Expresso do Oriente é mais um caso do famoso detetive belga Hercule Poirot. O livro é um classico do romance policial e eu não poderia iniciar o projeto (#LendoAgathaChristie) sem lê-lo. Neste livro, temos mais um caso de assassinato que apenas o Poirot consegue desvendar. Já disse que sou apaixonada pela escrita da autora e da forma genial que ela desenvolve a trama, né? E com esse livro não foi diferente. Esse é mais um caso que não consigo descobrir o final, pois a história é totalmente imprevisível. Convido todos vocês a mergulhar nessa história maravilhosa de investigação.

Resenha: Os filhos de Odin, de Padraic Colum

13 de setembro de 2016

......
Autor: Padraic Colum

Editora: Única Editora
Páginas: 224
Compre: Buscapé
Adicione: Skoob
Os filhos de Odin é um livro que conta um pouco sobre as maiores aventuras dos deuses nórdicos. Eu comecei assistir uma série sobre os nórdicos, Vikings, e não me aguentei de curiosidade e queria saber mais sobre os deuses. Calhou que eu tinha esse livro na minha estante e logo iniciei a leitura. E posso dizer que não me arrependo. O livro contra sobre as aventuras dos nossos deuses nódicos favoritos, além contar sobre um pouco da origem de cada um e seus poderes. Venham se aventurar nessa história incrível!

O livro inicia-se com uma introdução sobre os habitantes de Asgard, como foi a construção do muro envolta dessas terras e nas armadilhas e artimanhas de Loki. Asgard é um terra mágica que os seres míticos podiam usar seus poderes e definir os caminhos do futuro e proteger o mundo. É um pouco difícil falar sobre esse livro, visto que cada história parece que um conto. Fala um pouco de cada um dos deuses da mitologia nórdica, além de trazer um pouco sobre Ragnarök, o Crepúsculo dos Deuses.

Resenha: Filha da Floresta, de Juliet Marillier

11 de setembro de 2016

......
Autora: Juliet Marillier
Editora: Butterfly Editora

Páginas: 616
Compre: Buscapé
Adicione: Skoob
Ambientado na velha Irlanda, Filha da Floresta é uma fantasia celta que conta a história de Sorcha, a sétima filha de um sétimo filho, e dos seus seis amados irmãos, vitimas de uma terrível maldição que apenas ela é capaz de quebrar. 


Filha da Floresta foi um livro inesperado que caiu na minha mão como uma luva e não me arrependo de ter iniciado a leitura. Aliás, o livro é uma das melhores leituras desse ano para mim. A história aborda, com uma boa escrita, os dilemas humanos numa trama de fantasia. A autora, de forma genial, mostrou o que há de melhor e pior no ser humano. Você vai encontrar aqui: bravura, confiança. honra, ódio, covardia, além de muitos outros sentimentos que só lendo o livro pra saber. É muito dificil resenhar um livro que a gente gostou tanto, mas recomendo de coração essa obra maravilhosa, rica em fantasia, aventura e coragem. 

Lançamentos: Editora Butterfly

2 de setembro de 2016

......
A Editora Butterfly está com ótimos lançamentos para esse mês. Confira:
SINOPSE: Num futuro distópico, Marina é uma jovem brasileira que carrega a força e os poderes de três grandes deusas celtas. Ela é aquela que cria, acolhe e mata. Protegida por guerreiros, perseguida por mortais e desejada por deuses, precisa encontrar os míticos tesouros da Tribo de Dana se quiser salvar o que restou do mundo...Ano de 2021. A Terra está devastada e poucos são os sobreviventes. No Brasil, grupos se reúnem em pequenas vilas em torno da água potável. O oásis neste caos fica na Chapada dos Veadeiros, na Fazenda Tribo de Dana, onde vive um povo guerreiro que acredita tudo ser parte dos planos da Grande Mãe. Neste paraíso vive Marina. Considerada o avatar de três grandes deusas celtas, precisa lidar com poderes diversos de cura, vida e morte. Ao abrir o véu que separa o mundo de mortais e deuses, a jovem liberta antigas divindades. E dois domínios distintos estão prestes a colidir quando ela descobre que detém nas mãos o destino da humanidade.

Resenha: Ônix, de Jenniffer L. Armentrout

26 de agosto de 2016

......
Autora: Jenniffer L. Armentrout
Editora: Valentina
Páginas: 416
Compre: Buscapé
Adicione: Skoob

Leia também: Obsidiana – Saga Lux #1 

Ônix é o segundo livro da Saga Lux escrito por Jenniffer L. Armentrout. O livro continua a partir do momento em que Katy e Daemon estão conectados. Iniciei a leitura sem muitas expectativas, mas a trama acabou se tornando um xodó para mim. A autora conduziu bem a trama, de forma cativante e leve, deixando o leitor extasiado com os acontecimentos e descobertas. Se você leu o primeiro livro, prepare-se, pois vem grandes emoções por aí.

Após ter sido salva por Daemon no livro anterior, Katy está conectada a ele, ou seja, quando ele está chegando ela sente, quando eles se encostam acontece aquele choque elétrico... Tudo entre eles ficou intenso. Daemon também está muito diferente do livro anterior. Ele não está mais aquele bacaca e amadureceu bastante. Aliás, Daemon ganhou muitos pontos comigo nesse livro. Claro que ele não deixou a arrogância, nem o egocentrismo de lado, mas ele está mais maleável, mais intenso, mais romântico, mais gentil, mais atencioso... quase outro Daemon. Enfim, ele está realmente mudado, mas Katy não consegue acreditar na mudança. Ela não QUER acreditar. Ela nega todos os sentimentos que ela tem por ele, mas ela sabe que esse sentimento está ali e existe.